Laboratórios
Labosan

LABOSAN

Laboratório de Saneamento Ambiental (Labosan) foi construído no ano de 2.002 com o apoio financeiro da FUNASA. Em 2007, o Labosan ampliou o seu espaço físico, com verbas captadas nos projetos Ecosan-Fortaleza, PROSAB/FINEP e CAGECE. Em 2011, foi realizada uma nova reforma do seu espaço físico, com verbas captadas nos projetos da FUNCAP e CNPq. Atualmente possui uma área atual de 250 m2, que permite a instalação de novos equipamentos, bem como espaço necessário para o desenvolvimento de pesquisas. Esse laboratório dispõe de boa infraestrutura para realização das mais diversas análises físicas, químicas e microbiológicas de água, esgotos e biossólidos. A infraestrutura conta ainda com computadores, sala de estudo, sala de biorreatores, sala de cromatografia, sala de microbiologia molecular, sala de bioenergia etc.

Saiba mais

SELAQUA

O Laboratório de qualidade e tratamento de água (SELAQUA) tem por objetivo desenvolver pesquisas científicas e tecnologias voltadas ao tratamento e à qualidade de águas superficiais, mais notadamente lagos artificiais (Açudes). No laboratório, são capacitados alunos de graduação e de pós graduação (Mestrado e Doutorado) Em técnicas de tratamento, cromatografia, identificação, contagem e cultivo de cianobactérias, além de outras técnicas analíticas relacionadas à água.

O SELAQUA está ligados ao Programa de pós graduação em engenharia civil (recursos hídricos) mas tem parcerias com outros programas de pós graduação em diferentes universidades e com companhias de saneamento estaduais e de gestão de recursos hídricos de vários estados e de outros países.

Por meio de análises físico-químicas e hidrobiológicas da água e dos sedimentos de fundo é possível investigar a composição da biodiversidade aquática e as suas relações com o saneamento ambiental, principalmente com o tratamento de água. Os produtos destas investigações são publicados em revista internacionais e nacionais de alto impacto além de prover conhecimento aos gestores e usuários dos sistemas aquáticos na direção do aprimoramento de de técnicas e políticas voltadas a incrementar a segurança da qualidade água.

Saiba mais

POSDEHA-35
Labosan

LMSP

O Laboratório de Mecânica dos Solos e Pavimentação (LMSP) tem como objetivos a realização de aulas práticas relacionadas à área de geotecnia tanto para a graduação como para a pós-graduação da UFC, bem como o desenvolvimento de pesquisa básica e aplicada, dando apoio à realização de dissertações de mestrado e doutorado, assim como trabalhos de graduação. Na sua estrutura inicial, executava apenas os ensaios básicos de caracterização, permeabilidade e cisalhamento direto da mecânica dos solos. Com o apoio de um projeto do FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos), novos e modernos equipamentos foram adquiridos como o Ensaio de Compressão Triaxial e o Ensaio de Cone Elétrico, sendo este pioneiro e único em funcionamento na região Nordeste.

Saiba mais

LRH

Estabelecido oficialmente em 2019, o Laboratório de Recursos Hídricos (LRH) está instalado em uma área de 48 m² subdividida em duas partes: (1) Sala para realização de simulações computacionais nas áreas de hidrologia, hidráulica, mecânica dos fluidos ambiental e modelagem da qualidade da água. São utilizados principalmente os softwares Soil & Water Assessment Tool – SWAT, Storm Water Management Model – SWMM, CE-QUAL-W2, DELFT-3D e ANSYS FLUENT (versão acadêmica). Também são desenvolvidos modelos próprios e códigos para processamento e análise dos dados experimentais em ambiente Matlab, R, Python, entre outros. Ressalta-se ainda a parceria com o Centro Nacional de Processamento de Alto Desempenho – CENAPAD para realização de simulações remotas em um cluster computacional (supercomputador). (2) Laboratório para realização dos seguintes experimentos: perdas de carga distribuída e localizada; escoamento através de orifícios, tubos de Venturi e injetores; curvas de bombas; movimentos uniforme e variado em canais; escoamento através de comportas; ressalto hidráulico; medição de perfil de velocidade em canais; medição de perfil de velocidade e avaliação de padrões de concentração/estratificação em escoamentos gerados por jatos, plumas, fontes e correntes de densidade; escoamentos multifásicos (ar-água-sedimentos), transferência de massa, etc. Os principais equipamentos utilizados são: tubos de Pitot, micro-anemômetros, rotâmetros, manômetros, sondas multiparamétricas, amostradores de sedimento e câmeras fotográficas profissionais.

Saiba mais

LRH
GRH

GRC

LABORATÓRIO DE GERENCIAMENTO DO RISCO CLIMÁTICO PARA A SUSTENTABILIDADE HÍDRICA (GRC)

As mudanças climáticas se expressam de diversas maneiras, mas há uma convergência global referente aos problemas concernentes aos recursos hídricos que mencionam a necessidade de construir coletivamente instrumentos de gestão capazes de minimizar ou até mesmos possibilitar estratégias de adaptação proativa frente às incertezas que caracterizam esse mundo em mudança. Nesse contexto, percebe-se a existência de um condicionamento mútuo entre sociedade e clima, onde este nunca foi estacionário em toda a história de desenvolvimento do planeta. Além disso, a produção social da riqueza do mundo está diretamente atrelada a produção social dos riscos. Daí, torna-se imperativo desenvolver estratégias relativas a gestão do risco capazes de contribuir para o uso sustentável dos recursos hídricos, a fim de que os diversos usos e usuários sejam atendidos de forma eficiente e equitativa, apoiando-se nos princípios da justiça social.

É sob essa ótica que o grupo de pesquisa Gerenciamento do Risco Climático para a Sustentabilidade Hídrica volta seu olhar interdisciplinar, desenvolvendo pesquisas em seis linhas integradas, a saber: (i) Alocação de Água; (ii) Gerenciamento do Risco Climático em Recursos Hídricos; (iii) Sistemas de Apoio à Decisão em Recursos Hídricos; (iv) Hidrometeorologia; (v) Operação e Segurança de Infraestrutura Hídrica; e (vi) Planejamento e Gestão dos Recursos Hídricos. O laboratório do GRC possui uma área de 60 m², contando com a seguinte infraestrutura: 1 Cluster composto de 32 núcleos, 03 Salas equipadas com ar condicionado e 20 computadores I7 de última geração. Além disso, dispõe de antessala para reunião.

Saiba mais

LAT

O Laboratório de Análises Traços (LAT) é localizado no Departamento de Química Analítica e Físico-Química da Universidade Federal do Ceará. Os principais equipamentos do LAT são listados a seguir:

– Cromatógrafo Gasoso acoplado a um Espectrômetro de Massas (CG/EM) da marca Shimadzu

– Cromatógrafo Líquido de Alta Eficiência com detector UV/Visível (CLAE-UV/Vis) da marca Shimadzu

– Cromatógrafo de íons da marca Thermo, modelo Dionex

– Espectrofotômetro de Absorção Atômica da marca Perkin Elmer

Saiba mais

LAT
LAHC

LAHC

Criado em 1998, o Laboratório De Hidráulica Computacional (LAHC) possui uma área atual de 45 m², tendo como principais objetivos: 1) Modelagem Computacional de Problemas de Engenharia na área de Recursos Hídricos, Hidráulica e Saneamento Ambiental; 2) Formação de Recursos Humanos nas áreas de Matemática e Computação Aplicadas à Simulação Computacional Numérica de Problemas de Engenharia; 3) Desenvolvimento de Soluções inovadoras na área de Modelagem Computacional de Problemas de Engenharia. O laboratório conta com uma infraestrutura composta por 3 salas de 15 m2 cada equipadas com ar condicionado, poltronas tipo presidente/diretor, 10 computadores I7 de última geração com acesso à internet, mesas para estudo, 4 computadores Core2 Duo com acesso à internet, impressoras, plotter etc. Foram desenvolvidos inúmeros softwares nas áreas de Recursos Hídricos, Hidráulica e Saneamento.

Saiba mais

LARSE

Estabelecido oficialmente em 2015, o Laboratório de Resíduos Sólidos e Efluentes (LARSE) foi concebido em parceria do POSDEHA (UFC) com o Núcleo de Tecnologia e Qualidade Industrial do Ceará (NUTEC) atuando na área de pesquisa, extensão, ensino e prestação de serviços. Devido às suas características, atende a demandas da gestão de resíduos sólidos e efluentes por parte de estados e municípios. Desenvolve pesquisas nas áreas de resíduos sólidos como digestão anaeróbia, produção e purificação de biogás a partir de resíduos orgânicos, e compostagem de resíduos orgânicos. O LARSE dispõe além do laboratório de análises físicas, químicas e microbiológicas, de uma unidade Piloto de Compostagem com área 2000 m² e uma Unidade Piloto de Produção de Biometano, cercada, coberta e com toda infraestrutura necessária, com área de 400 m². O LARSE também atua em pesquisas na área de recuperação e reciclagem de resíduos da construção civil. Atende principalmente às pesquisas do POSDEHA na área de concentração Saneamento Ambiental.

Saiba mais

LARSE